O cantor Michel Teló viu o seu maior hit de sucesso, “Ai Se Eu Te Pego”, lançado há dez anos, alcançar um bilhão de visualizações no YouTube.

Realizado com a marca, o sertanejo usou sua conta no Instagram para comemorar e agradecer essa conquista importante em sua carreira musical.

“Pensa na alegria?! Vai completar 10 anos que lançamos essa música. Consigo lembrar de todos os momentos, desde quando ouvi pela primeira vez, quando resolvemos gravar, arranjamos a música num quarto de hotel, e fui surpreendido desde a primeira vez que cantei ela, e senti algo surreal. Deus tinha preparado pra mim, esse presente! Ele guardou algo especialmente pra mim! Só era necessário seguir em frente, não desanimar!”, mencionou ocantor na legenda do post.

E acrescentou: “Quantos PAÍSES ficamos em primeiro lugar! O MUNDO cantando comigo! Foram anos entre as 10 canções mais vistas no YouTube do mundo inteiro! 10 anos se passaram e ainda sou os único brasileiro a chegar nesse topo. Entendem o quão especial foi isso?! Muito trabalho, a gente queria muito! Obrigado toda a minha banda, minha equipe, pelos dias e dias na carpida, na estrada. Por querer tanto quanto eu.”

“Todas as pessoas, pelo carinho. Por terem dançado e cantado, trocado uma energia tão boa. Momentos que guardo no coração. Pra vida inteira. Continuo me sentindo um cara muito abençoado. Muito mesmo”, completou o artista.

O clipe de “Ai Se Eu Te Pego” foi publicado no canal do YouTube do cantor no dia 25 de julho de 2011.

A letra do hit, com refrão chiclete, logo fez sucesso na web e sua coreografia ganhou dancinha de astros do futebol como os jogadores Neymar e Cristiano Ronaldo nos campos, ajudando a música a conquistar as paradas musicais em mais de 20 países na Europa e na América.

Na parada americana da Billboard Hot 100, “Ai Se Eu Te Pego” ficou 12 semanas e a posição mais alta que o single alcançou foi a 81ª posição.



Outras notícias

WhatsApp

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa [Política de Privacidade], o que pode acarretar no tratamento de dados pessoais. Ao continuar navegando, você concorda com as condições.

;