O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu, na madrugada desta quarta-feira (10), aos 77 anos. Segundo a esposa, ele sofreu um infarto fulminante e faleceu em casa, no Rio de Janeiro.

Jornalista na ativa desde a década de 1960, Paulo Henrique Amorim trabalhou para veículos como a revista Veja e as TVs Globo, Manchete, Band e Cultura. Desde 2003, trabalhava para a Record, apresentando, a partir de 2006, o programa ‘Domingo Espetacular’, mas estava afastado de suas funções desde o mês passado.

O afastamento de Paulo Henrique Amorim teria ocorrido por questões políticas – o jornalista era crítico do governo de Jair Bolsonaro, uma posição que desagradava a direção da emissora, segundo informações do jornalista Daniel Castro. Há alguns anos, Amorim também mantinha um canal no YouTube onde expunha suas opiniões a respeito do assunto. A emissora não confirmou o motivo da decisão..



Outras notícias

WhatsApp