A Justiça de Minas Gerais bloqueou alguns bens de Marília Mendonça, como indenização ao cancelamento de alguns shows em 2017, na cidade de Araguari.

O juiz Márcio José Tricote, da 3ª Vara Cível de Araguari, bloqueou R$ 33 mil em bens da cantora, bem como da contratante e da produtora do evento.

O juiz alega que o intuito da decisão é garantir o ressarcimento dos ingressos para os fãs que ficaram no prejuízo.

De acordo com a assessoria de comunicação da cantora as cobranças são indevidas, já que Marília não realizou os shows devido à chuvas e não recebeu o cachê.

Ela também ressaltou que responsabilidade pelo ressarcimento é da contratante do show.



Outras notícias