O Corinthians foi eliminado precocemente da Libertadores da América na noite desta quarta-feira, em Itaquera. O Timão venceu o Guaraní, do Paraguai, por 2 a 1, mas o resultado não foi suficiente para a classificação – no jogo de ida, em Assunção, os brasileiros perderam por 1 a 0. Luan e Boselli fizeram os gols alvinegros, e Fernández diminuiu. A partida teve uma arbitragem polêmica do argentino Néstor Pitana. Os corintianos, que tiveram Pedrinho expulso ainda no primeiro tempo, reclamaram muito do critério de cartões adotado pelo árbitro e, principalmente, da falta de Gil em Bobadilla que originou o gol da classificação dos paraguaios.

Classificado, o Guaraní vai encarar o Palestino, do Chile, na próxima fase da Libertadores. Quem passar desse duelo vai para a fase de grupos para a chave que tem Bolívar, Tigre e Palmeiras.

O Corinthians volta a campo no sábado, às 19h, para o clássico contra o São Paulo, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.



Outras notícias

WhatsApp