A BBC Radio 4 fez uma lista com as 40 mulheres mais poderosas da indústria fonográfica. A ideia do veículo não era apenas reconhecer artistas, mas também profissionais que trabalham nos bastidores, em cargos importantes de gravadoras e empresas ligadas à música.

Beyoncé foi eleita a mulher mais poderosa do mundo, em uma lista com 40 representantes de diversas áreas. Ela superou Taylor Swift, que ficou com a segunda posição.

O pódio foi completado por Vanessa Reed, diretora da PRS Foundation, organização britânica que trabalha em favor das mulheres e ajudou a balancear em 50% a divisão de gêneros nos line-ups de festivais musicais.

O Top 10 só tem mais um grande nome da música pop, a britânica Adele, na quarta posição. Veja o Top 10 completo:

1 - Beyoncé
2 - Taylor Swift
3 - Vanessa Reed (diretora da fundação PRS)
4 - Adele
5 - Stacey Tang (Diretora da gravadora RCA Records)
6 - Gillian Moore (Diretora de música do Southbank Centre)
7 - Rebecca Allen (Presidente da gravadora Decca Records)
8 - Marin Alsop (Condutora, trabalhando com algumas das maiores orquestras do mundo)
9 - Chi-chi Nwanoku (baixista e fundadora da fundação Chineke! para ajudar músicos negros e de minorias étnicas no Reino Unido e Europa)
10 - Maggie Crowe (Diretora de eventos da BPI, dirigindo eventos como o BRIT Awards)



Outras notícias

WhatsApp